Efcis - Comércio Internacional, S.A.
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Energest promove biomassa florestal na nova central Termoelétrica em Vila Nova de Famalicão

23/05/2023
Imagen
A Energest – Engenharia e Sistemas de Energia anunciou ter sido incumbida, pelo Grupo Transfradelos, que integra empresas que vão desde os transportes rodoviários a fábricas de pellets, de desenvolver o projeto, a construção e a instalação da primeira fase do Sistema Gerador de Vapor da Nova Central Termoelétrica a Biomassa Florestal, em Vila Nova de Famalicão.

Segundo a empresa ao utilizar os resíduos provenientes da limpeza das florestas como combustível minimiza o risco ambiental. Os dados indicam que a central vai permitir alimentar cerca de 2000 habitações, aumentando a eficiência energética da rede pública nas freguesias de Fradelos e Balazar.

Este sistema inclui a Caldeira de Recuperação Aquatubular, com uma capacidade de produção de vapor de 27500 kg/h a 62 bar, à temperatura de 486°C, e demais equipamentos tais como: Economizador, Multiciclone, Filtro de Mangas e Chaminé e entrará em funcionamento em meados deste ano.

A Energest explica que a central terá uma capacidade de produção elétrica nominal de 14,7MW. A par disso, acrescenta a empresa, o sistema tem uma característica importante: o poder produzir energia elétrica durante 365 dias por ano, ao contrário dos painéis fotovoltaicos ou da energia eólica que só funcionam quando existe sol ou vento.

Um outro diferencial neste sistema é o facto de se dividir a potência necessária para a produção da quantidade de energia elétrica em duas linhas de geração de queima e geração de vapor, conseguindo-se com isso obter um menor risco do ponto de vista de operação para o promotor.

António Ribeiro, Diretor Comercial da Energest, explica que “o que acontece numa Central tradicional deste tipo é que se o Sistema Gerador de Vapor por exemplo parar, por qualquer motivo técnico, a Central toda para e nesta Central a probabilidade de tal acontecer é muito baixa. A elevada disponibilidade do sistema contribui para uma maior eficiência da Central”.

Ao que José Guedes, CEO e fundador da Energest, acrescenta que passou a ser um desígnio humano fazer a transição energética. “O que nós procuramos fazer é alterar de alguma forma, numa atitude talvez demasiado ambiciosa, a nossa quota-parte na transformação do nosso modelo económico”, constata.

Já Jorge Ferraz, do Grupo Transfradelos, refere que “a Probiomass tem, como todas as demais indústrias do sector energético, necessidade de assistência contínua e especializada, algo que a Energest tem garantido, quer pelo seu departamento técnico quer pelos demais departamentos associados. A Energest tem sido essencial ao correto funcionamento da central e à manutenção dos equipamentos. Tendo sido já pertinente e essencial no projeto anterior de características semelhantes, a Energest foi a escolha óbvia para a construção da segunda unidade de produção de energia elétrica a partir de biomassa florestal na PABiomassa. O projeto encontra-se em fase de comissionamento, tendo sido já evidente o contributo da Energest, não só no que respeita ao seu pacote de fornecimento, mas também na integração das diferentes partes constituintes da central.”.

REVISTAS

Panasonic PortugalSiga-nosSoliusProfei, S.L.Chillventa

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter O Instalador

    17/06/2024

  • Newsletter O Instalador

    10/06/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

www.oinstalador.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial