Efcis - Comércio Internacional, S.A.
Informação profissional do setor das instalações em Portugal
As despesas dos consumidores irão abrandar em 2023, mas para os próximos dois anos está previsto um crescimento de 2,6%

Setor industrial europeu: que resiliência futura?

15/12/2022
Em 2022 foram investidos, até à data, 42 mil milhões de euros em ativos industriais e logísticos, 50% acima da média de cinco anos.
Imagen
De acordo com a Savills, o investimento em ativos industriais na Europa tem continuado a refletir o forte desempenho do mercado ocupacional do setor. O volume de investimento europeu em ativos imobiliários industriais totalizaram os 42 mil milhões de euros nos três primeiros trimestres de 2022, um aumento de 2% YoY e 50% acima da média a cinco anos. Os volumes de investimento em Portugal (595%), Bélgica (124%) e Itália (93%) superaram as suas médias quinquenais pelas margens mais amplas.
Portugal (+1513%), França (+117%) e Espanha (+76%) registaram um forte crescimento anual no terceiro trimestre, enquanto esta dinâmica abrandou na República Checa e na Hungria, sem transações neste trimestre e que, em simultâneo, na Roménia (-69%), Países Baixos (-66%), e Reino Unido (-46%) se registou um decréscimo.
Andrew Blennerhassett, European Research da Savills, comenta: “após quase uma década de capital de baixo custo, o aumento das taxas de juro fez subir os custos dos empréstimos, levando a que o sector imobiliário comercial se ajuste aos custos crescentes da dívida. Começámos a ver o seu impacto no terceiro trimestre do ano, com uma diminuição tanto na oferta de ativos que chegam ao mercado como no número de licitadores no processo de negócios”.
A Savills observou que o diferencial entre as yields prime e secundárias está agora a aumentar, com o número de compradores dispostos a satisfazer as expectativas dos vendedores de ativos prime a diminuir. Os preços de mercado têm-se fragmentado com os mercados mais estabelecidos do Reino Unido e da Alemanha a registarem algumas das quedas de valor mais significativas, devido aos recordes de valores que anteriormente registavam. Outros mercados, como Espanha e Itália, registaram quedas menores no valor, mas as tendências gerais têm sido consistentes em todo o continente.

Turbulência económica

Marcus de Minckwitz, Head of Industrial & Logistics Savills EMEA, explica: “com tal volatilidade dos mercados financeiros de capitais ao longo do segundo e terceiro trimestre, assistimos à descida do volume de transações e à redefinição de preços tornou-se mais difícil. Com alguma estabilidade a regressar no quarto trimestre, começámos a ver transações novamente numa base reajustada, apoiados por fortes dados do mercado de ocupação do segundo e terceiro trimestre”.

Vários ocupantes industriais já estão a sentir a turbulência económica, com o aumento dos custos de energia e mão-de-obra e uma menor procura devido a um abrandamento dos gastos dos consumidores no terceiro trimestre, com o Savills a registar uma absorção de 7,6milhões de m², um declínio de 24% QoQ e 16% YoY.

Andrew Blennerhassett explica: “embora a atividade de arrendamento tenha dado sinais de abrandamento, os níveis historicamente baixos de espaços disponíveis deverão continuar a apoiar o crescimento das rendas no curto prazo. Além disso, no último ano, foi visível uma mudança dramática no sentido do nearshoring, com muitos dos ocupantes ainda a procurarem ainda assegurar as suas cadeias de abastecimento através da reposição e do armazenamento em stock”.

Em termos de perspetivas, Marcus de Minckwitz resume: “apesar da turbulência do mercado de capitais, ao olharmos para o futuro, podemos estar confiantes de que, com a procura dos ocupantes a mostrar poucos sinais de abrandamento e o crescimento do consumo a aumentar novamente, os fortes fundamentos do mercado verão o sector mover-se rapidamente através das nuvens de tempestade que se avizinha”.

Pedro Figueiras, Associate Director do Departamento Industrial & Logístico da Savills Portugal, afirma: “Portugal está entre os mercados mais apetecíveis para investir em logística, juntamente com países como a França, Alemanha, Espanha e Itália, afirmando-se, cada vez mais, como destino para os operadores logísticos transfronteiriços para servir os mercados ibérico e europeu. Além disso, a tendência de nearshoring e o potencial do mercado português de atração de investimento para a industrialização contribuem para uma maior aposta neste segmento por parte de operadores e investidores”.

REVISTAS

Lisboa Feiras, Congressos e Eventos / Associação Empresarial (Smart Cities Summit - Fil - Tektónica)Daikin - Ar CondicionadoSoliusProfei, S.L.Siga-nosInduglobal - Encontros Profissionais

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter O Instalador

    15/04/2024

  • Newsletter O Instalador

    08/04/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

www.oinstalador.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial