Nipon é tempo de celebrar!
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

“A Tektónica em 2022 voltará a representar o mercado na sua verdadeira dimensão”

Entrevista com José Paulo Pinto, Gestor da Tektónica

Ana Clara06/05/2022

“A dinâmica que o mercado revela é prova que o setor está a crescer”. É desta forma que José Paulo Pinto antecipa a edição de 2022 da Tektónica. Nesta entrevista, fala das novidades deste ano da Feira Internacional da Construção, que se realiza na Feira Internacional de Lisboa (FIL), entre 12 e 15 de maio. A eficiência energética e as tecnologias para controlo de residências e edifícios são os dois grandes temas da edição deste ano. Revistas O Instalador e Novoperfil - editora Induglobal - são media partners. 

foto

"A evolução positiva que se tem sentido em termos de mercado reflete-se diretamente na presença de empresas na feira", refere José Paulo Pinto.

A Tektónica 2022 regressa à sua data habitual: maio. Será o regresso esperado à normalidade da feira, depois deste período de pandemia?

Sim, a Tektónica regressa à sua data de calendário habitual em 2022, de 12 a 15 de maio, depois de dois anos em que, por circunstâncias conhecidas, teve que se realizar no mês de outubro. Voltamos a uma nova realidade, mas sempre com o foco de continuar a dar aos nossos expositores o mesmo nível de exigência e resposta que lhes permita obter os melhores resultados na sua participação. É possível que se verifiquem mudanças no modo como as empresas se irão relacionar, quer com clientes, parceiros, ou até na forma de se posicionarem no mercado, no entanto, a presença numa feira será sempre fundamental no contacto direto com novos ou potenciais clientes, para a perceção real do produto por parte da procura, bem como para aferir, no imediato, a reação dos clientes a novos produtos e serviços.

Qual o tema central da edição deste ano e qual será o posicionamento da feira?

Em todas as edições, a Tektónica aposta em temas que considera relevantes e oportunos para os diferentes setores presentes na feira. Nesta edição, o foco estará centrado em duas grandes temáticas - Eficiência Energética e Tecnologias para Controlo de Residências e Edifícios - temas amplamente discutidos e cada vez mais presentes na Tektónica, não só através da participação de novas empresas com soluções inovadoras e de relevância para as metas que Portugal se propõe atingir, como também na atividade mais académica e de investigação e cujas entidades reconhecem na Feira, o palco de excelência para a divulgação e partilha de conhecimentos. A Tektónica mantém o seu posicionamento de maior e mais importante feira de referência do setor, a plataforma de negócios e ponto de encontro entre empresas, profissionais, prescritores e público potencial comprador.

A Construção e Obras Públicas estão numa trajetória de otimismo, impulsionadas também pelos investimentos e verbas do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) em diversas vertentes. Como avalia, neste sentido, a evolução do setor e que mais-valias pode a feira dar às empresas e ao mercado?

De facto, o setor da Construção e Obras Públicas está numa trajetória muito positiva para as empresas, realidade esta confirmada pelas Associações do setor da construção e pelas previsões do Banco de Portugal que apontam para uma aceleração da produção da construção em 2022. Estima-se que o setor da construção em 2021 tenha um crescimento estimado da produção de 4,3% e que a produção total deva situar-se entre os 15,5 e os 16 mil milhões de euros. (Fonte: relatório do Banco de Portugal). Este crescimento verificou-se quer no segmento da construção de edifícios residenciais, resultado do atual dinamismo da procura de habitação, quer no segmento da construção de edifícios não residenciais, se bem que neste caso com um crescimento mais ligeiro, resultado da maior penalização por via da crise pandémica. O Plano de Recuperação e Resiliência a que acresce o Portugal 2020, fazem com que o setor ganhe uma ainda maior vitalidade, resultado dos investimentos em construção previstos, especialmente em áreas como a Habitação, Eficiência Energética dos Edifícios e Construção de Infraestruturas. A Tektónica, enquanto maior plataforma de negócios do setor, funciona como elemento facilitador de todas estas interligações.

Qual a perspetiva em relação à adesão das empresas e de número de expositores?

A adesão a esta edição de 2022 por parte das empresas está a decorrer de forma positiva e, neste momento, podemos mesmo afirmar que estão a superar as expectativas, em linha com o antes referido sobre a evolução prevista para o setor. A evolução positiva que se tem sentido em termos de mercado reflete-se diretamente na presença de empresas na feira. Mesmo empresas que nas últimas edições estiveram afastadas dos eventos setoriais estão a regressar e a marcar presença na edição deste ano, mostrando que estão ativas e trazendo à feira novos produtos e equipamentos.

Na última edição, a organização apostou em temas como a sustentabilidade, a eficiência, inovação e economia circular. Continuam, como sabemos, a ser temas relevantes no mercado, em estreita ligação com a descarbonização. Manterão o foco nestas temáticas? E que novidades trará a feira, diferentes das da última Tektónica?

Continuam a ser temas relevantes no mercado, assim como a necessidade de se mudar o paradigma da economia mundial. É fundamental a passagem para um sistema assente na reposição do valor natural através da redução, reutilização, recuperação e reciclagem dos recursos usados (materiais e energia), prolongando deste modo o seu tempo de vida e minorando o impacto do ciclo de vida dos produtos e serviços gerados, num conceito de sustentabilidade, ou seja, de uma Economia Circular. É por isso que um dos temas em destaque nesta edição é precisamente a Eficiência Energética e a sua ligação direta à construção sustentável e aos materiais ecológicos, como forma de valorizar o processo construtivo. A Tektónica, através do Prémio Inovação, um dos eventos que mais projeta as empresas, produtos, serviços ou equipamentos inovadores presentes na feira, irá nos seus critérios de avaliação dar espacial importância a estes aspetos.
foto
Os compradores internacionais sempre foram de central importância para a Tektónica. Foto: Ana Clara.

O Ciclo de Conferências e Tek Talks é para repetir?

Sim, iremos manter a realização de Conferências organizadas em colaboração com os nossos parceiros designadamente, as Ordens Profissionais e as várias Associações representativas dos setores em exposição na feira. Pretendemos dar um maior destaque às Tek Talks, que se irão realizar no Tektónica HUB, espaço aglutinador de todas as ações a desenvolver e que sejam apresentados à discussão pelos principais especialistas, temas técnicos e práticos, de maior atualidade para o setor, de forma mais informal e que permita uma maior proximidade com o público e uma dinâmica permanente entre quem apresenta e quem assiste.

A maioria dos grandes certames, devido aos constrangimentos da pandemia, opta cada vez mais por modelos híbridos. A nível digital que oferta terá a Tektónica em 2022?

Este ano a Tektónica não terá oferta a nível digital, todas as ações a realizar durante o evento serão no modelo presencial. Considerando que serão aligeiradas grande parte das medidas restritivas implementadas no âmbito da pandemia, pensamos que neste momento, em que todos os eventos, espetáculos e atividades sociais estão a voltar ao formato presencial, não faria sentido dispersar o público interessado na Tektónica mantendo esse formato.

Quanto à abordagem centrada nos compradores internacionais, qual o foco este ano?

Temos recebido contactos de compradores internacionais que nos manifestam o interesse em visitar a feira no sentido de contactarem empresas portuguesas para desenvolverem negócios ou parcerias. Os compradores internacionais sempre foram de central importância para a Tektónica, pelo que também este ano iremos valorizar estes contactos e desenvolver as ações necessárias para que a visita destes compradores se faça da forma mais produtiva para ambas as partes.

Que mensagem gostaria de deixar ao mercado, em jeito de antecipação da Feira?

É para nós muito importante saber que, após estes dois anos, e apesar de todos os constrangimentos, as empresas têm evidenciado esforços de superação com resiliência, mantiveram a sua atividade e retornam agora ao mercado de forma ativa e renovada. A dinâmica que o mercado revela é prova que o setor está a crescer e isso reflete-se na Tektónica. As feiras sempre foram o espelho dos respetivos setores pelo que, a Tektónica em 2022 voltará a representar o mercado na sua verdadeira dimensão, com a presença de empresas de referência nas várias áreas em exposição.
foto

Certame decorre na Feira Internacional de Lisboa, entre 12 e 15 de maio. Foto: Ana Clara.

Keyter: HVAC&R SolutionsPanasonic Portugal: um design sofisticado e eficiente, com nanoe X para um ar interior mais limpioUm futuro mais verde faz parte da VulcanoChillventa: International Exhibition Refrigeration. Nuremberg 11 -13.10.2022Concreta Arquitetura Construçao Desenho Engenharia 13 - 16 outubro 2022

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

www.oinstalador.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial