Disterm: ar condicionado, bombas de calor, ventiloconvetores
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Saiba como garantir o conforto térmico na habitação sem aumentar a fatura de eletricidade

30/11/2021
Com o regresso do frio, passamos mais tempo nos interiores, por isso, é essencial manter as habitações confortáveis ​​e eficientes.
foto

Aproveitando este momento, em que ainda estamos a reinventar a forma de vivermos as nossas casas, os especialistas em sistemas de proteção térmica e solar da Saxun - uma marca Gimenez Ganga - facultam algumas recomendações para conseguir um melhor conforto térmico da habitação, ao mesmo tempo que mantém controlados os consumos energéticos, agora que a eletricidade está a um passo de se tornar um bem de luxo.

Temperatura e conforto térmico

Um dos fatores-chave para sentir a casa como um espaço confortável é, sem dúvida, a temperatura. No interior da habitação, a temperatura adequada deve oscilar entre os 20°, no verão, e os 25°, no inverno. Se a temperatura dentro de casa não for adequada e sentir muito frio no inverno, ou demasiado calor no verão, a culpa é de um mau isolamento térmico.

As janelas são pontos de fugas térmicas muito comuns na maioria das casas. É inútil tentar manter a casa climatizada se as janelas forem inadequadas. Estes elementos construtivos podem ser os seus grandes aliados para melhorar o conforto térmico da casa e torná-la mais eficiente, do ponto de vista energético. Se a habitação não possui janelas de última geração - com vidros de alta qualidade que permitem o isolamento ideal - é conveniente refletir sobre como poderá conseguir obter um bom conforto térmico, sem ter que gastar somas avultadas para substituir as janelas. Enquanto especialistas em soluções de proteção térmica podemos ajudar nesse desafio.

Existem produtos, como as persianas tradicionais, que protegem a casa das temperaturas extremas e, também, proporcionam privacidade aos habitantes. Uma escolha adequada das persianas é essencial para qualquer tipo de obra, seja de construção nova ou de reabilitação.

Atualmente, estão disponíveis gamas muito completas de persianas, com lâminas perfiladas de alumínio, alumínio extrudido e PVC, que apresentam ótimo desempenho estético e mecânico, bem como uma grande variedade de gavetas, que permitem atenuar o fluxo energético nas habitações e gerar maior proteção térmica.

Eficiência energética

Atenção, porque não adianta escolher uma boa persiana se a gaveta que a recolhe não for a correta. É evidente que quanto mais isolamento tiver a casa, menos precisará de recorrer a sistemas de aquecimento, ou refrigeração, o que se traduz numa redução do consumo de energia e, consequentemente, numa economia direta na fatura de eletricidade do agregado familiar.

Para conseguir um bom isolamento térmico é importante considerar aspetos como o tipo de vidro (que representa 80% da superfície da janela) ou a gaveta da persiana, outro ponto de fuga térmica também muito comum, na maioria das residências.

Há muito tempo que a Saxun tem vindo a considerar todos estes aspetos para desenvolver produtos como a Gaveta Rokaterm, utilizada em construções Passivhaus pela sua elevada capacidade de isolamento e que, por ser hermeticamente fechada e integrada na parede da casa, consegue eliminar estes pontos de fuga térmica de forma muito eficiente. Por outro lado, produtos como os Wind Screen Dante ou Grazia, que foram concebidos especificamente para instalação exterior, atingem um elevado nível de isolamento e protegem a casa de forma muito eficaz de ventos fortes e correntes de ar frio, tão típicos desta época do ano.

Se optar por uma proteção interior que também funcione como elemento de decoração, os estores de enrolar da gama de cortinas técnicas, são a solução mais acertada. Pode escolher entre inúmeras cores e acabamentos, porque este é um produto que se adapta aos mais exigentes e diversificados requisitos estéticos.

Todas estas soluções irão também proporcionar um isolamento acústico fundamental para que a casa se torne um espaço confortável, acolhedor e agradável, como deveria ser qualquer habitação.
foto

Luz natural

Este é outro aspeto diretamente relacionado com o bem-estar, e capaz de influenciar o estado de espírito dos utilizadores do espaço. A luz natural pode melhorar o dia-a-dia na habitação e estimular a concentração, um fator incontornável agora que tantas pessoas trabalham a partir de casa.

Uma quantidade excessiva de luz em horários inadequados - como, por exemplo, nos momentos de descansar ou dormir - pode tornar-se um problema bastante inconveniente. Por isso, o controlo da luminosidade é um elemento fundamental para conseguir espaços confortáveis ??e bem climatizados para a realização das tarefas do quotidiano típicas de cada divisão.

Por isso, foram desenvolvidos sistemas como o Vision, que conseguem criar o ambiente de iluminação pretendido, com um simples movimento. Formado por faixas horizontais alternadas, entre opacas e transparentes, permite o controle total da luminosidade e da privacidade do espaço.

Atualmente, existem muitas soluções disponíveis para que qualquer pessoa possa climatizar a casa de forma eficiente, sem ter de sofrer as consequências dos elevados consumos energéticos. E há mais de 60 anos que a Giménez Ganga desenvolve sistemas inovadores para melhorar a qualidade de vida dos utilizadores e aumentar o conforto térmico das habitações, enquanto se reduz a tão temida conta da luz.

Smart Home show de 25 a 27 2022Esdec: o fornecedor de estruturas de fixação para fotovoltaicoAdene: janelas eficientes só com etiqueta energética CLASSE+Associação Portuguesa dos Engenheiros de Frio Industrial e Ar CondicionadoFujitsu ar condiionado mámixo siléncio mínimo consumoJaba: tradução 4.0

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

www.oinstalador.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial