Hisense: official air conditioner of uefa euro 2020
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Galp e IPG inauguram novo terminal logístico de combustíveis em Moçambique

O Instalador03/12/2020

Investimento de $100 milhões, inaugurado pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, é operado e gerido através da mais moderna tecnologia digital da Indústria 4.0 (IoT).

foto

A Galp e o IPG inauguraram, esta quinta-feira, o Terminal Logístico da Matola (GIMTL), um investimento de $100 milhões numa infraestrutura com tecnologia de primeira linha da Indústria 4.0 (IoT) que reforça a fiabilidade e segurança de abastecimento de combustíveis a toda a região sul de Moçambique e duplica a capacidade de receção e armazenagem de gás doméstico (GPL).

A cerimónia de inauguração do terminal, que obedece aos mais elevados padrões de segurança e proteção ambiental, cumprindo estritamente todos os requisitos nacionais e internacionais, contou com a presença do Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, bem como do Ministro dos Recursos Naturais e da Energia, Max Tonela.

“Estamos em presença de uma infraestrutura cuja contribuição para economia vai muito para além das atividades diretas que decorrem do seu negócio,” afirmou o Presidente Nyusi durante a cerimónia de inauguração.

“Esta infraestrutura irá ajudar o setor energético a responder aos seus desafios e a fazer face ao aumento assinalável da procura nacional e regional”, acrescentou.

Este investimento da Galp Moçambique e do Independent Petroleum Group (IPG) na Província de Maputo é um fator de desenvolvimento económico e social, pelos 58 postos de trabalho criados e pela modernização de infraestruturas essenciais à economia e ao desenvolvimento da sociedade.

“Este importante investimento reforça a fiabilidade e eficiência das nossas operações, aumentando a qualidade dos serviços e produtos que disponibilizamos aos nossos clientes, assumindo-se igualmente como uma plataforma para o a dinamização das nossas atividades ao nível da Região,” reforçou Paulo Varela, CEO da Galp Moçambique.

foto
Presidente da República, Filipe Jacinto Nyus.

Estendendo-se por uma área de cerca de 5 hectares, o Galp-IPG Matola Terminal Ltd (GIMTL) possui uma capacidade de armazenagem de 60.000 m3 para combustíveis líquidos – 40.000 m3 de gasóleo e 20.000 m3 de gasolina – e de 6.000 m3 para GPL, duplicando a capacidade até agora existente na zona sul, contribuindo assim para reduzir os custos de abastecimento ao País e garantindo maior disponibilidade do gás doméstico, indispensável para fazer face à procura crescente deste produto.

“Este investimento estratégico de última geração em Moçambique insere-se no âmbito da expansão das nossas oportunidades de negócio na região e na consolidação das operações já existentes, através das sinergias e vantagens criadas, ” reforçou António Catoja, Diretor-Geral da Independent Petroleum Mozambique.

Com o empreendimento hoje inaugurado, a Galp e o IPG reforçam o seu compromisso na modernização das infraestruturas energéticas de Moçambique, consubstanciado nos planos de investimentos de cada uma destas entidades nas suas atividades de logística, armazenagem, distribuição e retalho de combustíveis líquidos e GPL, que inclui uma outra infraestrutura logística de combustíveis – o Terminal IGBTL, atualmente em construção na cidade da Beira.

Saiba mais aqui.

Adene: janelas eficientes só com etiqueta energética CLASSE+Panasonic: apenas 779 mmBosch: nova gama de ar condicionado Climate 3000iJaba: tradução 4.0Workshops Passivahaus em junho 2021 sempre às segundas e terças sempre às 17:00 hTektónica 6 - 9 de octubroBet Solar: distribuidores técnicos de material fotovoltaicoSolar Market Parity Portugal 8 july 2021 Lisbon

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

www.oinstalador.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial